SÉRIE B-Paysandú vence o Londrina e segue 100%

No Comments

Paysandu segue 100% no Campeonato Brasileiro da Série B. Na noite desta sexta-feira (20), contra o Londrina-PR, o Papão suou a camisa, mas venceu o jogo pelo placar de 1 x 0, engatando a segunda vitória em dois jogos na competição nacional.

O único gol da noite foi marcado ainda no primeiro tempo, após jogada de Moisés que resultou em finalização de Mike, que marcou o sétimo gol na temporada com a camisa bicolor. 1 x 0.
Com o resultado, o Bicola termina fica provisoriamente na segunda posição, com os mesmos seis pontos do líder Fortaleza-CE. Na próxima rodada, o adversário será o Brasil-RS, novamente na Curuzu, no sábado (28), às 16h30, na Curuzu.
Papão vence o Londrina e segue 100% na Série B (Foto: Fernando Torres/Paysandu)
(Foto: Fernando Torres/Paysandu)
O Paysandu segue 100% no Campeonato Brasileiro da Série B. Na noite desta sexta-feira (20), contra o Londrina-PR, o Papão suou a camisa, mas venceu o jogo pelo placar de 1 x 0, engatando a segunda vitória em dois jogos na competição nacional.
O único gol da noite foi marcado ainda no primeiro tempo, após jogada de Moisés que resultou em finalização de Mike, que marcou o sétimo gol na temporada com a camisa bicolor. 1 x 0.
Com o resultado, o Bicola termina fica provisoriamente na segunda posição, com os mesmos seis pontos do líder Fortaleza-CE. Na próxima rodada, o adversário será o Brasil-RS, novamente na Curuzu, no sábado (28), às 16h30, na Curuzu.
O JOGO
O Paysandu cumpriu o seu papel na primeira metade do primeiro tempo. Com direito a apagão literal e não literal na Curuzu, os bicolores fizeram o suficiente para saírem na frente do Londrina nos 45 minutos iniciais de bola rolando em Belém.
O começo do jogo foi difícil. Sem meia, o time de Dado Cavalcanti sofreu no setor de articulação e abusou de cruzamento, ligação direta, além de tentativas frustradas de jogadas individuais. A situação já começava a irritar parte da torcida.
O Londrina, porém, também não mostrava nada acima da média. Buscando sempre o contra-ataque, as bolas ofensivas do clube paranaense eram sempre direcionadas ao atacante Safira, que não conseguiu furar a defesa alviceleste.
Aos 30 minutos, a iluminação do estádio caiu em uma das torres. Após quase meia-hora de paralisação, o Papão voltou a mil e logo marcou o seu gol, com Mike, após boa jogada individual do atacante Moisés. 1 x 0.
O Londrina, então, passou a ser mais ofensivo, mas a posse de bola em maior número nos minutos finais antes do intervalo não se materializaram em bola na rede.
No segundo tempo, mesmo em vantagem, o time paraense começou melhor e colocou pressão no visitante. O técnico Dado Cavalcanti lançou o garoto Alan Calbergue, que voltou de empréstimo do Bragantino, e o jogador deu mais mobilidade ao setor criativo do time.
Sem grandes alternativas, o Londrina passou a jogar na base do talento de Dudu. O jogador foi a principal arma de distribuição de bola no setor de ataque do time de Marquinhos Santos, deixando os companheiros em boas condições em muitos momentos.
O final do jogo foi de sofrimento para a torcida do Paysandu, que sentiu que o time adversário poderia chegar ao gol de empate, principalmente em saídas de bola arriscadas do goleiro Renan, mas a defesa segurou a onda do Londrina e garantiu a vitória do Papão perante o torcedor.
FICHA TÉCNICA
PAYSANDU 1 X 0 LONDRINA
Local: Estádio da Curuzu, em Belém (PA)
Data: 20 de abril de 2018, sexta-feira
Horário: 21h30 (Brasília)
Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL)
Assistentes: Pedro Jorge Santos de Araujo (AL) e Rondinelle dos Santos Tavares (AL)

Cartões amarelos: 
Perema (Paysandu); Luizão, Moisés Gaúcho, Diego Lorenzi, Patrick Vieira e Marcelinho (Londrina)
Gols: 
Mike, aos 30 minutos do 1ºT (Paysandu)
PAYSANDU: Renan Rocha; Edimar, Diego Ivo e Perema; Matheus Silva (Willyam), Nando Carandina, Renato Augusto (Alan) e Mateus Muller; Mike (Magno), Moisés e Cassiano.
Técnico: Dado Cavalcanti
LONDRINA: Vagner, Reginaldo, Luizão, Lucas Costa e Roberto; Moisés Gaúcho, Diego Lorenzi (Wesley), Dudu e Thiago Primão (Patrick Vieira); Marcelinho (Dalberto), Wesley e Alisson Safira.
Técnico: Marquinhos Santos
TEXTO E FOTOS: Diario do Pará