Copa da Rússia será a mais Muçulmana da História.

No Comments
Neste sábado, os marroquinos venceram a Costa do Marfim em confronto direto por 2 a 0, terminando na ponta do grupo C e carimbando o passaporte para o Mundial. No mesmo horário, a Tunísia ficou no 0 a 0 com a Líbia e fechou as eliminatórias na ponta do grupo A, também conquistando a vaga na Rússia. 
Os marroquinos voltam a um Mundial pela primeira vez desde 1998, enquanto a Tunísia volta a jogar após duas edições ausente.
Com isso, a Copa do ano que vem será mesmo a mais muçulmana da história.
Ao todo, serão sete países de população majoritariamente islâmica no torneio: Irã, Arábia Saudita, Egito, Nigéria e Senegal, que já haviam se classificado, mais Marrocos e Tunísia, que se classificaram neste sábado.